As ruinas de Cartago (e como lá chegar a partir de Tunis) | TUNÍSIA

Na periferia de Tunis encontra-se Cartago. O que outrora foi a capital do Império Cartaginês, hoje é um bairro da capital composto principalmente por ruínas romanas e embaixadas internacionais. Com fácil acesso desde a Place de Barcelone no centro, é uma excelente opção para um dia longe da confusão citadina e da medina.

Como chegar

A forma mais fácil de chegar a Cartago é através do eléctrico e do comboio. Desde Tunis demora-se pouco mais de 1 hora de viagem, que é muito bem passada com o comboio a atravessar o Lago de Tunis antes de chegar às ruínas (ver mapa em baixo).

Começando junto à Gare de Tunis, é necessário apanhar o eléctrico em frente à mesma, na Place de Barcelone, na direcção da estação Tunis-Marine (linha 4 ou 6). Junto às linhas do elétrico estão as bilheteiras, onde se pode comprar o bilhete combinado elétrico+comboio. Basta dizer que se quer ir para Cartago que quem estiver atrás do balcão trata do resto. O preço do bilhete custa menos de 1 Dinar (aproximadamente 35 cêntimos).

Chegado a Tunis-Marine à que mudar do elétrico para o comboio, na mesma estação, para percorrer a linha TGM: Tunis-Goulette-Marsa que nos levará a Cartago. Os comboios são antigos (esta foi a primeira linha ferroviária da Tunísia, inaugurada em 1872) mas confortáveis. As janelas vão abertas, e em alguns casos as portas também, pelo que o ar fresco entra pela carruagem dentro proporcionando uma viagem agradável.

Chegado a Cartago, existem seis estações começadas com este nome. A mais conveniente é a Carthage-Hannibal, uma vez que é a que fica mais perto das Termas de Antonino (highlight das ruínas da região). Para chegar às termas basta descer a rua que atravessa a linha do comboio junto à estação (dá para ver o mar ao fundo), e antes de chegar à falésia virar à esquerda por entre o bairro de vivendas e embaixadas. Ao fundo está a entrada das termas. São 5 minutos a pé desde a estação à entrada.

O mapa em cima [ZOOM 2 (Cartago)] mostra uma sugestão de percurso para passar uma manhã e inicio de tarde na zona, percorrendo alguns dos marcos arqueológicos de Cartago. Apesar do museu ficar no topo de uma colina, e se sempre a subir desde as Termas até ao dito, o caminho faz-se bem pé (na altura demorei cerca de 20 minutos entre os dois pontos). Uma paragem interessante para descansar poderá ser o Teatro Romano localizado a meio caminho, que apesar de não ser tão grandioso quanto esperava, encaixa bem nas ruínas envolventes.

Nota 1: no final, depois de sair do museu a caminho da estação de Carthage-Hannibal, existe um pequeno corta-mato através de umas escadas localizadas nas traseiras do museu, junto à entrada do hotel que ali está. Basta perguntar ao segurança que deverá estar no portão que ele indica o caminho. Depois é sempre a descer.

As Termas de Antonino

As Termas de Antonino são um complexo de ruínas romanas em Cartago, compostas por galerias e túneis que outrora formaram um parque de recreio junto ao mar. Algumas das arcadas não resistiram ao tempo e colapsaram, sendo que outras ainda se mantêm intactas.

À entrada são sugeridos dois percurso, um mais curto que vai diretamente na direcção do mar e das ruínas principais, outro mais longo que percorre todo o complexo. Em cerca de hora e meia todas as ruínas podem ser vistas, mesmo caminhando calmamente, uma vez que a área não é muito grande.

É interessante percorrer as ruínas e e imaginar o que já ali esteve erguido. Há muitos túneis para explorar e alguns recantos para descasar e esconder do sol.

Nota 2: Exceptuando os túneis das termas, todo o complexo está exposto ao sol, pelo que se for visitado durante o Verão é aconselhável o uso de chapéu de sol.

O museu de Cartago

O museu de Cartago encontra-se no topo da colina que dá forma a esta parte da periferia de Tunis. Para além do museu em si, que mesmo sendo pequeno tem algumas peças interessantes para ver (nomeadamente relativas ao Império Cartaginês), um dos pontos altos do mesmo é a vista que os seus jardins dispõem sobre a baía de Tunis e os subúrbios da capital.

A área envolvente do museu contém ruínas a céu aberto, mostrando o que outrora já ali esteve. Também junto ao museu está a Catedral de S. Luis (a castanho na imagem em cima), mas que requer um bilhete adicional para se entrar.

Bilhetes e horários

Cada bilhete para a entrada nos sítios arqueológicos de Cartago custa 10 Dinar. Nele está incluída a visita às Termas de Antonino, ao Museu de Cartago, ao Teatro Romano, às Vilas Romanas, entre outros (de todos os existentes não consegui visitar alguns, pelo que para obter mais informação há que consultar os links no final deste post).

Relativamente a horários, a maior parte dos sítios segue os seguintes ao longo do ano:

Período Abertura Fecho
Época baixa (16/09 a 16/06) 8:30 17:00
Época alta (17/07 a 15/09) 8:00 19:00
Ramadão (variável) 8:00 17:00

Links úteis:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *