5 pontos de interesse na medina de Sousse | TUNÍSIA

Situada a 150 km a sul de Tunis, Sousse é a terceira maior cidade da Tunisia, e destino de eleição para praia e resorts. Fica a 2 horas de comboio da capital e deverá estar incluída em todos os roteiros de viagem do país. Os pontos a visitar na cidade encontram-se maioritariamente na zona da medina (sendo ela própria um must a visitar), pelo que é relativamente simples percorre-los todos num só dia.

1 – Ribat

O Ribat (termo Árabe usado para descrever pequenas fortificações ao longo de uma fronteira, que neste caso é a costa mediterrânea) encontra-se junto à muralha norte da medina. Construído no final do século VIII, tem, na sua torre, a melhor vista sobre a cidade, permitindo uma panorâmica de 360º (atenção aos mais claustrofóbicos, as escadas em espiral da torre são bastante estreitas!)

  • Preço entrada: 7 DT (+ 1 DT para fotografar)
2 – Museu Arqueológico de Sousse

Comparando com o de Tunis, o Museu de Sousse é uma espécie de mini-Bardo. Localizado no canto sudoeste da medina (é mais fácil se se sair pela porta a Oeste – ver mapa), contém alguns mosaicos lindíssimos, como por exemplo uma Medusa que fazendo jus à lenda só é capaz de ser vista através de um espelho.

  • Preço entrada: 9 DT

Fora do museu, mas dentro da muralha (depois de passar o raio-x), existe uma varanda para a 2ª melhor vista da cidade (mantenho o meu voto na torre do Ribat). Não há sombras nesta varanda pelo que ajuda levar um chapéu na cabeça para evitar o sol.

3 – Le Petit Café Maure

O Le Petit Café Maure é o café mais antigo da medina. No Souk El Raba, na rua que vai desde a porta junto ao Museu Arqueológico até à rua principal da medina, existe uma zona coberta onde está localizado este café. Com uma atmosfera pitoresca e paredes de mosaicos a contrastar, é um excelente local para desfrutar de um bom café tunisino perfumado com pingos de laranja (especialidade local, 2 DT). Não esquecer de ver a sala azul em frente ao café que também faz parte do mesmo. Se estiver fechada basta pedir ao rapaz atrás do balcão (que é o neto do dono original) para a abrir. Este agradece pois a publicidade vai sem duvida ajudar.

4 – Mercado

Junto às muralhas da medina do lado sudeste encontra-se o mercado de Sousse. Não é tão grande como o Marche Central de Tunis mas mesmo assim a variedade de fruta e peixe é muita, e só pela animação que para lá vai, feita pelos vendedores e clientes, já merece uma visita.

5 – Labirinto de ruelas da medina

Ficar perdido no meio das ruas e ruelas da medina é uma experiência por si só. Não esquecer apenas de não o fazer à noite, porque quando digo ficar perdido é mesmo ficar perdido. Com ruas estreitas e muito idênticas, a probabilidade de andar em círculos sem saber onde está a saída é alta. Durante o dia pode ser divertido mas à noite não aconselho. Para os mais tecnológicos uma solução para nunca perder o norte é usar a aplicação MAPS.ME para o telemóvel.


Links úteis:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *