Como ir de Bangkok a Siem Reap por terra? | TAILÂNDIA | CAMBODJA

Os cerca de 350 km que separam Bangkok de Siem Reap podem ser facilmente ultrapassados com 50€ e um bilhete da Air Asia. No entanto, o que se ganha em tempo e comodidade perde-se em autenticidade e beleza! Seguem os passos para fazer a viagem entre as duas cidades por terra, e aproveitar um pouco a beleza natural e cultural que ambos os países têm para oferecer.

1 – Comboio entre Bangkok e Aranyaprathet

Das várias opções que existem para chegar à fronteira (autocarro, minivan, taxi…), o comboio é sem duvida a mais barata, mas também a mais demorada.

Existem dois comboios diários que partem de Bangkok (estação de Hua Lamphong) para Aranyaprathet. Ambos demoram 5 a 6 horas a percorrer as quase 50 estações e apeadeiros que ligam as duas cidades, sendo o preço de cada viagem uns meros 48 THB (1,10€). No entanto, é aconselhável o que parte mais cedo (às 05:55), uma vez que a parte da viagem já no Camboja até Siem Reap ainda é longa e mesmo saindo de madrugada de Bangkok, só se consegue chegar a Siem Reap ao final da tarde, inicio da noite (apanhar o segundo comboio implica chegar mais tarde à fronteira e ter de pernoitar Aranyaprathet). Os bilhetes para o comboio podem ser comprados na estação de Hua Lamphong, não sendo necessária a reserva prévia. As carruagens existentes são apenas de 3ª classe, sem ar-condicionado e com cadeiras de madeira, mas o vento na cara, o nascer-do-sol e a paisagem sempre verde fazem valer a pena esta viagem.

Nº Comboio Partida (Bangkok) Chegada (Aranyaprathet) Duração Horário
275 05:55 11:35 05:40 Link
279 13:05 17:35 04:30 Link

Preço: 48 Baht (aprox. 1,10€)

2 – Tuk tuk até à fronteira

A fronteira entre a Tailândia e o Camboja fica aproximadamente a 6 km de distância da estação de comboios de Aranyaprathet, qualquer coisa que um tuk-tuk não resolva em poucos minutos. Junto à saída da estação a oferta de transporte até à dita é imensa (e também bastante agressiva), e regateando bem o preço faz-se o percurso pagando entre 50-100 THB indo tuk-tuk, ou entre 25-50 THB se optando por uma pequena mota que, apesar de mais barata, é muito menos segura.

Preço: entre 25 a 100 THB (aprox. 0,65€ a 2,5€)

3 – Fronteira a pé, vistos  e mini-bus até à estação de autocarros de Poipet

Chegado à fronteira, do lado esquerdo de quem está virado para a mesma, encontra-se o posto de turismo tailandês. A zona está repleta de setas com indicações do caminho certo a seguir para quem quiser sair do país. No entanto, devido a ser um ponto de muita afluência de turistas, ter em atenção ao esquema dos vistos para o Camboja. Qualquer local que anuncie que o visto tem de ser feito “já ali” no seu quiosque, está a querer enganar o mais desprevenido! Mesmo que o condutor do tuk-tuk até ali esteja a dizer o mesmo (pois também faz parte do esquema), basta dizer que não com a cabeça e seguir confiante na direcção da fronteira.

O visto para o Camboja é, das duas uma:

  • pedido antecipadamente através da Internet (e-Visa) – aconselhável, tornando o processo de entrada no país mais rápido e fácil, bastando na fronteira mostrar o comprovativo impresso em casa juntamente com o passaporte;
  • feito à chegada ao país, no gabinetes oficiais, sempre após passar o Arco de Angkor (linhas amarelas no mapa em baixo);

O posto oficial para obter o visto está bem assinalado durante a travessia da fronteira, bem como todo o caminho para sair da Tailândia e entrar no Camboja.

(fonte: Wikitravel – Poipet)

Ultrapassados os processos burocráticos, e já em Poipet (Camboja), existe, logo à saída do posto fronteiriço (ponto 4 no mapa), um serviço de mini-bus grátis para o Terminal de Autocarros que fica fora da cidade. O serviço tem alguma regularidade, não havendo a necessidade de ficar muito tempo à espera pelo pequeno autocarro. Ter em atenção também que nesta zona existem muitos tout sempre prontos a enganar o turista com viagens baratas para Siem Reap. Um simples “no, thank you” serve para resolver novamente o problema.

4 – Autocarro até Siem Reap

No Terminal de Autocarros as opções são poucas, com meia dúzia de destinos e um par de companhias a gerirem os mesmos. 9$ por um bilhete com destino a Siem Reap, com hora de partida a ser definida quando o motorista achar que o autocarro está suficientemente cheio, o que significa que pode demorar a partir. Os autocarros são confortáveis e a viagem de mais ou menos 4 horas faz se bem até Siem Reap.

Pelo meio é feita uma paragem para jantar numa area de serviço à beira da estrada. Dá para esticar as pernas, comer qualquer coisa enquanto se relaxa um pouco, e aproveitar a vista lindíssima dos campos do interior cambojano (para esclarecer qualquer dúvida, as fotografias em baixo são da área de serviço – nunca tinha visto uma casa de banho (foto da direita) com uma vista daquelas!)

Chega-se a Siem Reap já durante a noite, considerando que se apanhou o primeiro comboio a sair de Bangkok. O autocarro pára numa estação da periferia da cidade, sendo que a única maneira de chegar ao centro, onde estão a maioria dos hotéis e hostels, é o tuk-tuk. Não há muita margem de manobra, portanto é regatear o melhor que se conseguir com o condutor e seguir viagem.

Preço: 9 USD (aprox. 8€)


Gastos arredondados (em euros, à taxa de conversão actual):

  • Comboio Bangkok – Aranyaprathet: 1 €
  • Tuk-tuk Estação de comboios de Aranyaprathet – fronteira: 2€
  • Autocarro Poipet – Siem Reap: 8€

TOTAL: 11€

Sites úteis:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *