Índia e Nepal em 14 dias | ÍNDIA | NEPAL

Índia! País dos contrastes e que se ama ou se odeia! Das maiores aventuras que por qual já passei nestes anos todos a viajar, e que repetiria sem olhar para trás! E Nepal, país da maior montanha do mundo, de gentes simples e honestas, e de uma história cheia e única. Foram 14 dias mas mereciam ser muitos mais!

Créditos do vídeo

Conteúdo:
  • Nº fotografias tiradas – 1006
  • Nº clips de vídeo – 325
  • Total de dados – 9,1 GB
Equipamento:
  • Sony RX-100
Software de edição:
  • Final Cut Pro X
Audio:
  • Edward Sharpe & The Magnetic Zeros – 40 Day Dream

Trajecto

O trajecto desta viagem foi simples e mais uma vez circular. Começando em Nova Delhi, segue-se para Agra e depois para Varanasi (sempre de comboio). Daqui continua-se via comboio e autocarro em direcção à fronteira com o Nepal, para a atravessar por terra. Autocarro até Pokhara, outro até Kathmandu. Por fim regressa-se de avião até Nova Delhi para o voo de volta a casa. 

Segue em baixo, a sugestão de roteiro para uma viagem à Índia e ao Nepal ao longo de 14 dias (ilustrada no mapa na figura acima).

Dia 1: Nova Delhi

Depois de check-in no hotel/hostel e de se deixar malas e bagagens para trás, hora de explorar a cidade. Foco na zona de Old Delhi (Red Fort, Jama Masjid), explorando toda a Chandni Chowk Road e as ruelas/mercados envolventes.

Dia 2: Nova Delhi – Agra

Continuar a explorar o centro da cidade. Ida à India Gate durante a manhã e ao Akshardham Mandir ao início da tarde. Ao final da tarde apanhar um comboio para Agra, onde se chega durante a noite (2 horas de viagem, que podem ser mais consoante os atrasos comuns dos comboios).

Dia 3: Agra

De manhã comprar logo o bilhete para o Taj Mahal para evitar as filas. Visitar o Agra Fort durante a manhã juntamente com o mercado envolvente. Ao início da tarde entrar no Taj Mahal e explorar os jardins do mesmo até ao por do sol. Jantar num qualquer restaurante da redondezas.

Dia 4: Agra – Varanasi

Explorar a cidade durante o dia (não há muito mais para ver para além do Fort e do Taj, pela que sugestão recai para a exploração gastronómica). Ao final da tarde apanhar o comboio noturno para Varanasi.

Dia 5: Varanasi

Explorar os Ghats ao longo do rio Ganges, percorrendo toda a sua margem que banha a cidade. Observar as cremações. Beber um Lassi na casa dedicada à especialidade. Ficar perdido nas muitas ruelas do bazaar. À noite, presenciar a cerimónia do Ganga Aarti Puja junto ao Ganges.

Dia 6: Varanasi – Pokhara

De manhã cedo apanhar comboio para Gorakhpur (cerca de 4 horas de viagem). Em Gorakhpur, ao final da manhã, apanhar um autocarro que vai directamente para Sonauli junto à fronteira com o Nepal (3 horas e meia de viagem). Atravessar a fronteira a pé (tendo muita paciência para toda a burocracia em ambos os lados). Já no lado Nepalês, ao final da tarde, apanhar um autocarro noturno para Pokhara.

Dia 7: Pokhara

Chegada a Pokhara ao início da manhã. Explorar a zona junto ao lago. Fazer uma caminhada e subir à World Peace Pagoda pelos trilhos não turísticos. Relaxar na cidade.

Dia 8: Pokhara

Acordar de madrugada e subir de taxi até ao Sarangkot para ver o sol nascer nos Himalaias (Annapurna). Ficar por aqui durante a manhã para apreciar bem a vista e a natureza envolvente. Descer, almoçar e durante a tarde alugar um barco a remos para explorar o lago. Passear pelo Lakeside e jantar nas redondezas.

Dia 9: Pokhara – Kathmandu

De manhã apanhar um autocarro para Kathmandu (aproximadamente 7 horas de viagem, com uma paragem a meio para almoçar). Chegar a meio da tarde à capital Nepalesa. Passar o resto do dia a explorar o centro (ex: Thamel).

Dia 10: Kathmandu

De manhã comprar o passe para a Durbar Square e visitar toda a parte antiga da cidade. À tarde caminhar até ao templo de Swayambhunath, subindo no fim todo o monte. Regressar a pé até ao centro e jantar num qualquer tasco tradicional.

Dia 11: Kathmandu (Bhaktapur)

Ir a pé até ao terminal de autocarros urbanos e apanhar um que vá para Bhaktapur durante a manhã. Passar o resto do dia nesta pequena vila na periferia da capital, explorando toda a cidade antiga. Ao final da tarde regressar de autocarro para Kathmandu.

Dia 12: Kathmandu (Patan)

Plano idêntico ao do dia anterior mas desta vez para visitar Patan, outra vila histórica na periferia de Kathmandu. A praça central é lindíssima, valendo bem a pena o que se paga para visitar a mesma.

Dia 13: Kathmandu – Nova Delhi

De manhã apanhar o voo de regresso a Nova Delhi (3 horas de viagem). Grande dica: ficar à janela do lado direito do avião, a vista lá de cima sobre a cordilheira dos Himalaias é magnifica. Durante a tarde, já em Delhi, visitar o Gandhi Smriti, museu dedicado a Ghandi. Percorrer Connaught Place para ver o caos da capital indiana, e terminar o dia em Paharganj, o bairro backpacker da cidade.

Dia 14: Nova Delhi

Ultimo dia em Delhi. Visitar o Lotus Temple e regressar aos mercados de Chandni Chowk para comprar um ou outro souvenir. Ao final do dia seguir para o aeroporto para o voo de regresso a casa.

Custo da viagem e preços

Esta viagem de 14 dias, incluindo os voos ida e volta Lisboa – Nova Delhi, e ida Katmandu – Nova Delhi, custou-me no total 1 150 €. Discriminando este valor por categorias, foi aproximadamente de:

  • Voos: 55% (650 €)
  • Transportes: 8% (90 €)
  • Cultura: 7% (75 €)
  • Alimentação: 6% (70 €)
  • Alojamento: 5% (55 €)
  • Souvenirs: 5% (55 €)
  • Vistos: 7% (75 €)
  • Vacinas: 7% (80 €)

Também para se ter uma noção do que se gasta na Índia e no Nepal, partilho em baixo os preços de alguns itens essenciais (alimentação, transportes, sítios que visitei, etc.).

Índia

  Preço
Água (1,5L) 20 ₹ (0,30 €)
Jantar de korma de vegetais e um lassi 170 ₹ (1,70 €)
Lassi de banana e côco no Blue Lassi em Varanasi 80 ₹ (1,10 €)
Comida de rua variada (ex: folhados, jalebi, etc.) 50 ₹ (0,70 €)
Metro desde o Aeroporto de Nova Delhi até à cidade 60 ₹ (0,80 €)
Rickshaw desde o Taj Mahal ao Agra Fort 100 ₹ (1,30 €)
Rickshaw desde Agra até Tundla 500 ₹ (6,30 €)
Comboio Nova Delhi – Agra 390 ₹ (5,20 €)
Comboio Agra – Varanasi 890 ₹ (12,00 €)
Entrada no Red Fort de Nova Delhi 500 ₹ (6,30 €)
Entrada no Agra Fort 550 ₹ (7,40 €) 
Entrada no Taj Mahal 1000 ₹ (13,4 €)
Visto para a Índia (com múltiplas entradas) 52 € 

Nepal

  Preço
Água (1,5L) 15 रू (0,10 €)
Chá nepalês 130 रू (1,10 €)
Prato de momos 300 रू (2,50 €)
Autocarro Pokhara – Kathmandu 800 रू (6,70 €)
Autocarro Kathmandu – Bhaktapur 25 रू (0,25 €)
Aluguer de barco em Pokhara 470 रू (3,90 €)
Passe para entrar na Durbar Square de Kathmandu 1000 रू (8,40 €)
Entrada na stupa de Kathmandu 200 रू (1,70 €)
Passe para entrar na Durbar Square de Bhaktapur 1500 रू (12,60 €)
Visto para o Nepal 25 €

Alojamento

O alojamento na Índia é muito barato. Mesmo com as condições a não serem as melhores nalguns casos, existem outros tantos em que o baixo preço não significa baixa qualidade. É estar atento aos comentários nos sites da especialidade e escolher bem. Quanto ao Nepal, os preços são um pouco mais caros (nos locais mais turísticos), mas outra vez nada de excepcional. Tanto para um país como para o outro o truque está em saber escolher.

Nota: os preços apresentados são por cama para uma pessoa em dormitório (excepto quando mencionado).

Hostel Cidade Preço/noite Notas
Joey’s Hostel Nova Delhi 5,5 € Quarto limpo e zona de convívio engraçada. Peca por ficar longe do centro. É difícil de encontrar na rua devido à placa informativa estar junto de milhares outras tantas. Fotos no Booking.com não correspondem à realidade, está muito mais caótico e desarrumado.
Backpacker Panda Delhi Nova Delhi 4,9 € Hostel no meio de Paharganj e da zona backpacker de Delhi. Perto do metro e perto de restaurantes (zona muito movimentada). Hostel limpo e camaratas boas (cacifo individual por baixo do beliche). Também é difícil de encontrar (entrada é uma pequena porta para umas escadas, hostel é no primeiro andar), fica mesmo virado para a rua principal.
Big Brother Hostel Agra 3,6 € Muito bom: preço e localização (a 800 metros da entrada para o Taj Mahal). Muito mau: limpeza.
Banaras Paying Guest House Varanasi 5,5 €* Staff muito simpático, com boa localização perto do Ghat principal mais a sul de Varanasi. É uma pequena casa antiga com quartos simples e limpos. Tem um terraço pequeno mas acolhedor e aberto para a cidade. Recomendo!
Little Buddha Guest House Pokhara 6,7 €* Guest House que é mais uma vivenda enorme. Localização excelente perto do lago, staff bastante simpático também. O sitio em si é muito bonito e calmo. A regressar!
Zen Bed and Breakfast Kathmandu 6,8 €

Hostel no centro turístico de Kathmandu. Nas camaratas ouvia-se bem o barulho da rua. Pouco asseado. De certeza que existem melhores na capital Nepalesa.

* quarto privado

Posts úteis

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *