Tróia Casablanca Bike Trip 2013 – Etapa 12: Vejer de la Frontera / Tarifa / Tanger | ESPANHA | MARROCOS

O último dia a pedalar em Espanha, o primeiro em Marrocos e a consequente visita, pela primeira vez para todos, ao continente Africano! Aqui sim começou o desafio, com o choque cultural enorme mal saímos do ferry e começámos a pedalar pelas ruas de Tanger. O que vale é que foram só as primeiras impressões, pois no dia seguinte já estávamos completamente adaptados a esta nova realidade.

Percurso

O percurso até Tarifa desde o parque de campismo de Vejer de la Frontera não tem nada que enganar. Ao sair do parque basta continuar na N-340 até Tarifa. A viagem é monótona e não tem muito para ver. O ponto alto é quando se atravessa Facinas e pela primeira vez, lá ao fundo depois do mediterrâneo, se vê África! É uma sensação indíscritivel e um sentimento de que se está cada vez mais perto do objectivo de chegar a Casablanca!

Depois de Valdevaqueros, já mais perto da praia e sem a protecção dos montes, o vento é forte e custa a pedalar. Vê-se muita gente a praticar kite surf mas percorrer os últimos quilómetros até Tarifa custa.

Já em Tarifa, existe um par de supermercados logo à entrada da cidade, bons para reabastecer de bebida e água antes de apanhar o barco para Marrocos. Os ferrys ficam na zona sul da cidade, e é simples de lá chegar. Os bilhetes para os mesmos compram-se numa pequena loja da FRS Ferries (companhia que gere as travessias) que fica de frente para a marina (Calle Alcalde Juan Núñez, nº 2). As bicicletas devem ficar na fila dos carros mas no nosso caso deixaram-nos passar à frente. É perguntar às autoridades no local para perceber o que fazer.

Toda a burocracia é feita dentro do ferry, com os elementos dos serviços fronteiriços marroquinos a estarem presentes lá dentro indicando aos turistas a papelada que têm de preencher (os boletins a preencher para os vistos são entregues no local e inspecionados antes de o ferry atracar em Tanger). A viagem dura cerca de 30 min mas passa num instante.

Já em Tanger, depois de passar a segurança e atravessar os pórticos de saída do porto dos ferries, basta virar à direita logo na primeira rotunda que se encontra, e seguir a marginal junto ao mar (Route de la Plage Mercala). Mal a estrada começa a virar para terra e se afastar do mar, existe um pequeno caminho à esquerda, a subir, que leva ao parque de campismo, para uma, mais que merecida, noite de descanso.

  • Distância total: 92,1 km (aprox. 30 km foi no ferry)
  • Elevação máxima: 81 m
  • Elevação minima: -6 m
  • Subida acumulada: 661 m
  • Duração: 10h : 09m : 37s

Alojamento

Em Tanger só existe um parque de campismo (à data de quando lá estivemos em 2011), o Camping Miramonte. Fica fora do centro da cidade mas é muito simples lá chegar para quem vem do ferry. Não é muito grande mas como a quantidade de campistas em Tanger também não é muita não há problema. O chão é de pedra rija (não dá para enterrar as estacas das tendas). As casas de banho estão limpas (para os padrões de África).

Link: http://www.campingmiramonte.com/

Gastos do dia

O dia em que gastámos mais dinheiro em toda a viagem, muito por culpa do bilhete para do ferry entre Tarifa e Tanger (50€ incluindo passageiro mais bicicleta). Tirando isso, reduzimos os gastos em alimentação no último dia em Espanha, e também ajudou o facto de os preços em Marrocos serem substancialmente mais baixos.

  Preço
Pequeno almoço no Camping Vejer 3,60 €
Almoço em Tarifa 2,00 €
Ferry Tarifa – Tanger 50,00 €
Jantar em Tanger 6,70 €
Camping Miramonte 56,7 DH (5,55 €)

Total: 67,85 €

Restantes etapas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *